Vital.idad

Dia 26 de Março: o dia em que Belém do Pará passou a fazer parte das rotas de fuga.
E é engraçado afirmar (afiar o mar) isso. Ao mesmo tempo que dá um alento (tudo muito lento) na alma.
Faz tempo que tenho usado alento em tudo que é canto (pra te encantar). Talvez seja só um "T" esperando ser bem pontuado (ou tatuado) na frente.
Mas o caso é que apaixonei-me por palavras de novo. E como é bom se apaixonar por elas. Juntinhas, fazendo ritmo, significando o que nada foi dito ou ainda sentido. É engraçado, afirmo novamente (isolentemente). Todo esse sorriso bobo que a segunda-feira me deu.
Lembrei que Niterói também me chamou. E eu achando que havia sido esquecida por lá junto aos Liliputianos. Tudo tão poético e insone. Tudo acontecendo ao mesmo tempo, trabalhando em prol das engrenagens de um sorriso ou de uma meia-cova. No fim os dentes ainda aparecem.
Umas vidas a mais pra esconder debaixos dos meus cachos. Umas vidas a mais que em poucas horas (poucos minutos) já estão eternizadas nesse 26 de Março, que pode ser um 11/11/11 também. Eu também quero esconder-te num potinho.
E só os benditos de coração, alma, berço e um gole de cachaça que passaram por esse 11/11/11 ou 26/03/12 sabem seus sábios significados e eu pensaria em outra palavra com "S" só pra essa frase soar soave e pra que tu soltes uma gargalhada, mas eu me contento com um sorriso. Eu sempre me contento. E esse tento fica por marcar a madrugada em que não consegui nos musicar.

This entry was posted in . Bookmark the permalink.

5 Responses to Vital.idad

  1. Eu tô amando esse teu tentar, porque com ele vem toda essa carga de sentimento que tu és, vem todas as tuas palavras de mãos dadas umas com as outras. Tuas palavras que apesar de não musicadas, me fazem querer dançar.


  2. Anônimo says:

    Vou entrar na dança apenas pra acompanhar. Porque quando a música acabar só quero ouvir teu suspirar a recitar tuas verdades e saudades, no ritmo dessas palavras que nos conduzem a tua viajem. És sempre tu que me toca e renova.

  3. Diana says:

    *0*

    Nem sei o que dizer, essa segunda-feira marcou esse pedaço de terra aqui também.

  4. É sempre bom ser lembrado do motivo por amar as palavras...

  5. Forrest says:

    E você que não queria se tornar minha amiga de pré escolar em duas semanas, sinto muito te informar mas duas semanas ainda não passaram.